Blog

3 DICAS DEFINITIVAS SOBRE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

3 DICAS DEFINITIVAS SOBRE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

Olá! Hoje vamos falar sobre algumas observações que podem fazer muita diferença na hora de trabalhar com o treinamento e desenvolvimento de pessoas nas organizações.

Dica 1

De tanto usarmos a expressão “Treinamento e Desenvolvimento”, ou ainda “T&D”, podemos acabar por esquecer que treinar possui um significado específico e diferente de desenvolver. Não é verdade?

O que é treinar? Tornar hábil, destro, capaz por meio de instrução, disciplina ou exercício; habilitar, adestrar. Nesse caso, treinar seria uma ação direcionada para que as pessoas se tornem mais habilitadas para realizarem as tarefas referentes aos seus cargos no dia a dia.

E o desenvolver, o que significa? Fazer crescer ou crescer, tornar(-se) maior, mais forte.

Hum… Aqui, podemos notar clara diferença entre treinar e desenvolver. No caso do desenvolvimento, estamos preparando pessoas para se tornarem mais fortes, ou seja, ocuparem novas posições ou desempenharem habilidades superiores na realização de novas tarefas.

Com essa perspectiva, faz muito mais sentido a parceria que costumamos chamar de T&D.

Dica 2

Treinamento pontual funciona? Vamos considerar um exemplo!

Uma empresa possui vários produtos para serem vendidos. Em um determinado período do ano decide treinar todos os seus colaboradores para que possam ficar alinhados com as estratégias de negócios da organização e dos seus produtos. São horas seguidas de treinamentos em dias específicos.

E no restante do ano, o que de fato ocorre?

As pessoas mudaram os seus desempenhos? Há expressivo resultado após todo o empenho e investimento que a empresa dedicou no treinamento?

Vamos ver o que Paulo Freire fala a respeito:

“SÓ EXISTE SABER NA INVENÇÃO, NA REINVENÇÃO, NA BUSCA INQUIETA, IMPACIENTE, PERMANENTE, QUE OS HOMENS FAZEM NO MUNDO, COM O MUNDO E COM OS OUTROS.”

Com essa reflexão em mente, podemos constatar que pessoas precisam inventar, reinventar, buscar de forma inquieta, impaciente e permanente… Isso só pode acontecer de forma regular, contínua e com treinamentos que ocorram o ano todo, todos os dias, com doses diárias de estímulo e subsídios constantes para que os profissionais possam de fato trazer melhores resultados para o mundo (empresa) e para os outros (clientes).

Dica 3

Adultos aprendem o que responde os seus porquês!

Quando somos crianças, alguém vira e fala em alto e bom som: “Ô moleque danado, faça isso agora!”

E o menino faz na hora, afinal de contas, ninguém quer contrariar alguém com mais do que o dobro do seu tamanho. Mas e quando ficamos adultos?

Alguém nos fala: “Fulano, faça isso agora.”

Na hora, o nosso cérebro quer saber por qual motivo devemos fazer o que nos é solicitado ou ordenado. Então, pensamos sobre o porquê de termos de fazer determinada coisa.

Sendo assim, é preciso que ocorra uma comunicação clara e esclarecedora. Vejamos:

“Fulano, aprenda Excel, porque isso irá otimizar o seu tempo de trabalho.”

“Ciclano, leia este livro, porque ele traz informações fundamentais para o sucesso dos nossos produtos.”

A partir daí, compreende-se o motivo pelo qual determinada ação deve ser realizada e um dos principais fundamentos da andragogia é respeitado, ajudando assim pessoas e organizações a executarem treinamentos com mais significado para os seus colaboradores.

 

Fonte: http://www.etalent.com.br/artigos/3-dicas-definitivas-sobre-treinamento-e-desenvolvimento

As 3 dicas de ouro para criar pesquisas de satisfa...
Como organizar um workshop empresarial?

Posts Relacionados

Comentários

 
Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Login Aqui
Visitantes
Segunda, 21 Agosto 2017